Me siga pelo email - Follow by Email

domingo, 4 de abril de 2010

Ele foi embora


"Pode ser do vento vir contra o caes, e se já não sinto teus sinais, pode ser da vida acostumar. Será, morena? Sobre estar só, eu sei... E agora, o amanhã, cadê?!"


Bem direto o título do post.
Ou seja, sugere que no mínimo ele tenha ido embora, e claro, eu tenha ficado. De fato, é o que aconteceu. Feliz demais pelo motivo, pelo crescimento. Mas por outro lado, saudade já, olhos longe, corpo também. Choro, é a única forma de extravasar o que tenho aqui dentro. Ninguém entende. Só entende quem um dia passou por algo parecido.
Meu corpo está em transe, muitas noites em claro, de virote. Trabalho, fim de faculdade, TCC, coração em jogo, cama, noites de insônia e mais um dia chega e a cabeça e o corpo ligados no 220 watts. Mil coisas de uma só vez.
Eu choro. Tento assimilar a situação.
Putz.. Minas/ Bahia é longe pra caralho. '.. vou levando assim, que o acaso é amigo, do meu coração.'
Meu Deus! mil perguntas na cabeça, e o pior, todas sem respostas.
Anos a fio de relacionamento, e agora, como vai ser?? Será? Situação egoísta.
.. é amor, disso não tenho dúvidas. As palavras se misturam, sentimentos também. Meu coração foi com ele. Como vou viver agora? Um minuto de silêncio, respirar profundo, o olhar acompanha as letras que vão surgindo na tela, uma a uma. Loucura. É preciso força, pra 'perceber que a estrada vai além do que se vê.'
Coração doendo. Palavras embaralhadas assim como minha cabeça. Você. Começo. ( Ciclos - Coincidentemente - Páscoa. ) Fim.

mais coincidência ainda essa música..

Bilhetinho Azul
Composição: Roberto Frejat e Cazuza


Hoje eu acordei com sono e sem vontade de acordar
o meu amor foi embora e só deixou pra mim
um bilhetinho todo azul com seus garranchos
Que dizia assim "Chuchu vou me mandar!"
é eu vou pra Bahia (pra bahia) talvez volte qualquer dia
o certo é que eu tô vivendo eu tô tentando Uuu!!!

Nosso amor, foi um engano

Hoje eu acordei com sono e sem vontade de acordar
Como pode alguém ser tão demente, porra louca
inconsequente e ainda amar, ver o amor
como um abraço curto pra não sufocar
ver o amor como um abraço curto pra não sufocar.


Feliz Páscoa! com muito chocolate pra todo mundo,
sem vontade de comer, muito menos chocolate, alguém
quer os meus?! Eu dou!.. rs

Preta

Um comentário:

Marcelo Pinheiro disse...

Preta como voce escreve bem, senti o que voce escreveu, pude sentir esse sentimento valioso, mas não compravel que é o amor ! Ê saudade, UAI MINAS GERAIS. Te amo, e voce sabe, nossa distancia nao pode nos separar, só a ausência do coração. Beijos, e te amo!