Me siga pelo email - Follow by Email

sábado, 24 de julho de 2010

Pluralidade

Me escondo atrás das incertezas. Não gosto de compartilhar momentos tão intensos com a solidão, ao mesmo tempo que, preciso dela pra me recompor. É necessário estar só, e ao mesmo tempo não. Sinto uma vontade imensa de escrever, mas aqui dentro há um espaço vazio tão grande que não consigo nem começar. Pluralidade de sentimento, estar tão feliz e tão triste. Começo a perceber o espaço de tempo em outro tempo. Tempo de gente grande. Tempo de desafios e conquistas somados a um outro lado nem tão feliz e harmonioso assim.


"Mas ando meio descontente,
Desesperadamente eu grito em português.."

Embaços de sábado à noite..



.

sábado, 10 de julho de 2010

Desacredito em tudo o que você acredita, desacredito na vida,
desacredito em mim, desacredito no amor. Hoje. Desacredito, simplesmente.
Que força é essa que a distância exerce sobre as pessoas?
                                   Minha cabeça dói.




"Quem diz que me entende nunca quis saber

Como uma ampulheta imóvel, não se mexe,
não se move, não trabalha.

E a alegria já não tem mais endereço
Clarisse está trancada no seu quarto
Com seus discos e seus livros, seu cansaço
Eu sou um pássaro
Me trancam na gaiola
E esperam que eu cante como antes
Eu sou um pássaro
Me trancam na gaiola
Mas um dia eu consigo existir
e vou voar pelo caminho mais bonito"


Clarisse
Renato Russo
 
Coloquei uma variedade de músicas pra ouvir.
E quando começo a escrever, toca essa música.
Coincidências existem?
 
 
.

quarta-feira, 7 de julho de 2010




" Me diga como você pode
Viver indo embora
Sem se despedaçar ?! "

... Não vá ainda.

Zélia Duncan